Partilhar

Percurso Pedestre de Vilas Boas a Oura (Chaves)

O percurso pedestre que nos leva de Vilas Boas a Oura desenvolve-se em cerca de 8,5 kms (só ida) de trilhos e caminhos rurais que rasgam o Vale de Oura e nos dão a conhecer as aldeias transmontanas de Vilas Boas, Fornos, Vila Verde e Oura. Para além destes núcleos habitacionais, existem outros pontos de interesse, como é o caso da Ponte e da pequena Fonte Romana, já quase nos limites de Oura.
Iniciei a caminhada em Vilas Boas e segui pela Estrada Municipal 549 (EM549) em direcção a Vidago. Após percorrer cerca de 1,2 kms nesta via em calçada, onde apenas me cruzei com um tractor a caminho da labuta nos campos, encontrei a placa com indicação de Fornos. Aqui começa o trilho em terra batida que desce o monte por entre terras agrícolas, nomeadamente vinhedos e olivais.
Chego à povoação de Fornos, um pequeno núcleo rural com poucos habitantes (característica infelizmente comum a muitas aldeias do interior de Portugal), mais propriamente ao largo junto à Capela da Senhora da Anunciação onde se diz que aqui existiu, há muito tempo, uma estalagem para receber os viajantes. Hoje apenas restarão umas ruínas desse edifício que albergava gente de fora e que porventura ficaria nas rotas das peregrinações a Santiago de Compostela.
Continuo a descer o caminho que se vai afunilando cada vez mais. Os muros de pedra que delimitam os terrenos agrícolas intercalam com pinhais e matas onde a vegetação autóctone cresce sem limites nem regras. Esta começa a tomar conta de algumas secções do mesmo, mas nada que impossibilite a progressão.
Reconheço a proximidade de Vila Verde quando o trilho de pé posto chega a terrenos cultivados, pastagens, olivais e pomares a perder de vista.
Desço pela Rua do Olival e depois na Rua Cimo do Povo, atravessando o casario da aldeia transmontana com casas tradicionais em pedra e alpendres de madeira. Grandes solares destacam-se nesta povoação em pleno Vale de Oura, cujo património edificado apresenta um razoável estado de conservação geral.
Chego à Estrada Municipal 311 (EM311) e atravesso-a, seguindo num caminho rural até à fonte romana. A cerca de 1000 metros da estrada municipal encontro uma bifurcação de caminhos e sigo pelo da esquerda, tomando o desvio até à fonte. 700 metros mais adiante, sigo pela direita para logo depois de uma pequena ponte encontrar, escondida entre a vegetação que a engole e protegida por uma rede metálica, a Fonte Romana onde ainda é possível observar alguns azulejos e as escadas de acesso aos banhos. Apesar da sua pequena dimensão, é efectivamente um pedaço de história que interessa preservar e revitalizar, tornando-a assim mais um motivo de interesse na região. No estado em que a encontrei, passará com certeza despercebida à grande maioria dos visitantes da região de Vidago e Chaves.
Regresso à bifurcação de trilhos, onde fiz este desvio, para seguir agora pela esquerda em direcção a Oura. Logo ali deparo-me com a Ponte Romana de um só arco sobre a Ribeira de Oura que apresenta um excelente estado de conservação. Ainda hoje permite o acesso aos campos de cultivo do Vale de Oura, aguentando firmemente o passar dos tempos.
Subo e percorro as últimas dezenas de metros do percurso, já pelas ruas da bonita aldeia de Oura, contemplando o casario senhorial e terminando a caminhada junto ao Largo do Olmo e ao antigo apeadeiro da Linha de Caminho de Ferro do Corgo, totalmente construído em madeira.
O regresso a Vilas Boas pode ser feito pelo mesmo trilho em sentido inverso (serão mais de 8 kms a subir) ou recorrendo a algum transporte automóvel (táxis, boleia, etc…).

FICHA TÉCNICA

Vídeo
Percurso Pedestre de Vilas Boas a Oura (Chaves)

Reportagem Fotográfica
Percurso Pedestre de Vilas Boas a Oura (Chaves)

Folheto/Mapa
Não
disponível

Onde Ficar
Hotéis, Residenciais, Pensões, Albergues, Pousadas, Hostals, Turimo Rural, Campismo...escolha o seu alojamento barato.

Distância
8,53 kms
(linear – só ida)

ALTIMETRIA

Altimetria - Percurso Pedestre de Vilas Boas a Oura (Chaves)

DOWNLOAD GPS (GPX + KML)

Partilhar