Herdade da Sanguinheira (Ponte de Sor)

Fuga. Esta foi a palavra sempre presente neste fim de semana prolongado. Fugir do reboliço do quotidiano para encontrar a tranquilidade no coração alentejano. Fugir do stress, do relógio, das horas marcadas para tudo e para nada. Fugir. Nem que seja por apenas um ou dois dias, o suficiente para recarregar baterias e regressar com mais força, mais vida e com um sorriso na face. Assim foi na Herdade da Sanguinheira em Longomel, Ponte de Sor.
Após sair da segurança do asfalto da N244, o caminho é feito em terra batida durante cerca de 3kms. A um ritmo lento, chegamos a perguntar-nos se estaríamos perdidos numa estrada onde dificilmente passariam dois automóveis (mais tarde comprovámos que sim). Seria este o caminho certo?
No vale surge um pastor que nos alivia a ansiedade:
– “É já ali à frente!” – confirma sem hesitar.
O seu rebanho afasta-se à nossa passagem e pouco depois chegamos ao portão da herdade.

A Herdade é-nos apresentada com aquele bem receber típico alentejano, aquele que nos faz sentir bem e que nos confirma que estamos onde deveríamos estar.

Uma “pasteleira” à entrada dá-nos as boas vindas e seguimos as indicações até à recepção, entre o cricrilar dos grilos e o cantar do cuco. À sombra, o Bengi, o meigo e pachorrento “guardião” da herdade, não resiste a uma sesta.
A Herdade é-nos apresentada com aquele bem receber típico alentejano, aquele que nos faz sentir bem e que nos confirma que estamos onde deveríamos estar. A porta da casa nº2 abre-se debaixo da sombra de uma hera frondosa e nos pequenos detalhes, como um jarro de flores colhidas no campo ou uma ardósia com uma mensagem de boas vindas, percebemos que estamos num lugar onde a simplicidade das pequenas coisas na atenção para com os visitantes é primordial para que a felicidade seja uma constante nestes dias “escondidos” entre sobreiros, montados e planícies infinitas.
O terraço à frente da casa convida-nos para umas refeições ao luar e para sobremesa contamos as estrelas num céu translúcido cada vez mais raro.
Os dias foram passados entre a piscina e a cama de rede, entre o silêncio e o cantar dos pássaros e na despedida a esperança de um rápido regresso, uma nova fuga para sentir o pulsar do coração alentejano.

Herdade da Sanguinheira (Ponte de Sor)

Herdade da Sanguinheira (Ponte de Sor)

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Morada
Herdade da Sanguinheira, Longomel – 7400-453 Ponte de Sor

Telefone
+351 938 196 208

Coordenadas
N39.365368º, W7.992650º

Preço
$$

(inscreve-te já na newsletter para receberes os próximos percursos por email)